REVIEW: TUDO O QUE PRECISAS SABER SOBRE O ALISAMENTO COMPACTADO

outubro 10, 2014


Poupei, juntei e investi!
O negócio dos alisamentos cresce cada vez mais em Portugal. Procura-se o mais barato, e por vezes sai mais caro que o habitual! Nem sempre preço baixo é sinónimo de qualidade e é preciso ter a noção dos profissionais que estão à nossa volta e quais os produtos que vão aplicar no nosso cabelo.

Será que o alisamento que queremos é o adequado para o nosso cabelo? 
Nem sempre, e no meu caso a resposta foi não! Eu explico!

Comprei um voucher para um alisamento marroquino, reconheci o cabeleireiro porque esteve na expocosmética, e quando chegou a altura de o fazer percebi que aquilo que nos vendem (o alisamento marroquino é mais forte que a progressiva) é mentira. No salão antes de fazer o alisamento dão-nos uma ficha que explica os vários tipos de alisamento e antes de realizar o que quer que seja fazem um teste ao cabelo,
Pois é, um teste minhas caras. Foi assim que aprendi que o meu cabelo não suporta um alisamento marroquino e basicamente seria o mesmo que aplicar amaciador.

Fique bastante surpreendida com esta metodologia, revela um grande profissionalismo. Quando soube que não poderia fazer aquele alisamento e que não o fariam deixaram-se super à vontade e poderia devolver o voucher. Eu queria um alisamento, um que desse para o meu cabelo, que durasse mais que um mês! A pessoa que me atendeu falou-me em dois alisamentos e uma vez que tinha passado pela situação podia pagar o valor de promoção (que estava na altura com os vouchers) sem ter de pagar o valor real.

Ontem dirigi-me ao cabeleireiro, (Makeover Cabeleireiro) e depois de 3h30 de processo o meu cabelo parecia mais domesticado que eu sei lá o quê! É verdade que parece completamente escorrido, mas quando lavar o resultado será diferente.

O que precisas de saber sobre o alisamento compactado: 

  • É um alisamento térmico, de longa duração, que promete pelo menos 6 meses de durabilidade. Ao contrário dos outros alisamentos não se pode lavar com um shampoo sem sal, mas sim de Ph baixo e que promova a remoção de calcário (presente na água) do nosso cabelo, porque é esse um dos componentes principais que faz com que o alisamento perca a "força". 
  • Deve-se usar amaciador, e este deve ser apenas aplicado do meio do cabelo para baixo para hidratar. 
  • De 15 em 15 dias deve-se fazer uma máscara.
  • NÃO se deve usar shampoo de limpeza profunda.
  • O processo dura entre 2-4 horas, depende do cabelo. 
  • Primeiro  aplica-se um shampoo para remover resíduos e abrir as cutículas. 
  • De seguida aplica-se o produto mexa a mexa e ao contrário dos outros alisamentos que já fiz o produto fica actuar por algum tempo no cabelo. 
  • Seca-se com o secador até ficar "liso".
  • E por fim prancha-se mexa a mexa, o calor activa o produto.
  • Durante 48 horas não se pode lavar, no meu caso serão 4 dias porque vou fazer a primeira lavagem no salão para verem o resultado final e darem uns retoques. 
  • É um alisamento semelhante ao alisamento japonês mas menos agressivo e com maior durabilidade. 
  • Ficou em 99€. 

 Sobre o cabeleireiro Markeover:
Foram pessoas super simpáticas e profissionais, sempre atentas ao meu bem estar, como sabem os alisamentos deitam um fumo agressivo, eles estão preparados com máscaras e água para não secar tanto a garganta, se a cliente precisar é só pedir. Deixaram-me sempre à vontade com os procedimentos e foram explicando todos os passos.
Gostei da experiência, agora é ver se o resultado é o esperado!

Não percam o próximo post: O resultado final depois da primeira lavagem!

[as despesas do alisamento foram minhas, este post não é patrocinado]

You Might Also Like

1 Comentários

♡ PARCEIROS ♡